Famílias de Sertaneja assinam contratos da casa própria

Quarta-feira, 05 de setembro de 2018

Última Modificação: 13/08/2020 16:19:45 | Visualizada 865 vezes

Imóveis são financiados pela Caixa Econômica com recursos do FGTS, que chegam a R$ 2,9 milhões.


Ouvir matéria

Quarenta e duas famílias de Sertaneja, no Norte Pioneiro do Paraná, assinaram nesta terça-feira (4) os contratos de construção da casa própria. As futuras moradias receberão investimentos de R$ 2,9 milhões e beneficiarão pessoas que pagavam aluguel ou viviam em condições irregulares na cidade. 

 

O empreendimento é destinado ao atendimento de famílias com renda mensal de um até seis salários mínimos. Elas pagarão prestações que vão de R$ 300 a R$ 567 ao mês de financiamento para a aquisição de casas de 38 a 50 metros quadrados, com unidades de 49 metros quadrados adaptadas para pessoas com deficiência. 

 

As obras serão executadas pela construtora Martins MA, contratada por meio de processo licitatório coordenado pela Cohapar. A empresa apresentou a proposta de preço mais barato e cumpriu todas as exigências documentais do processo de habilitação da companhia. 

 

VANTAGENS - Para reduzir os custos de financiamento, foram aplicados aportes financeiros pela União, doação dos terrenos pela Cohapar e instalação subsidiada da rede de energia elétrica pela Copel. "A administração municipal também contribuiu com a cessão de materiais e mão de obra para a construção da rede de água e esgoto e da infraestrutura complementar do futuro conjunto habitacional", informa o prefeito de Sertaneja, Jamison Silva.  

 

Segundo o presidente da Cohapar, Nelson Cordeiro Justus, as contrapartidas do poder público foram essenciais para a viabilização das obras. "Com o repasse destes recursos e subvenções, as parcelas são diminuem a um patamar que permite a estas famílias arcarem com o financiamento e, assim, realizem o sonho da casa própria", afirma.

 Galeria de Fotos

 Veja Também